NOTÍCIAS
.


Siticom marca 50 anos de lutas
com almoço de confraternização

Homenagens aconteceram domingo, dia 23,
com participação de dirigentes sindicais do país

Um sonoro "parabéns para você", com direito a bolo e vela, marcou o almoço em comemoração aos 50 anos do Sindicato dos Trabalhadores da Construçção e do Mobiliário de Jaraguá do Sul e Região (Siticom), domingo, dia 23, na Recreativa da Marisol. Compareceram centenas de pessoas, todas convidadas por terem alguma ligação com o Sindicato. Sindicalistas e trabalhadores de todo o Estado, representantes da CUT, Confederação e Federação dos Trabalhadores da Construção, Madeira e Afins da CUT prestigiaram a festa. O ex-presidente do Siticom, Ingo Kaiser, que esteve à frente da entidade de 1992 a 1999 recebeu menção especial. A atual vice-presidente do Siticom e primeira mulher a compor a diretoria, Helenice Vieira dos Santos, lembrou que só entrou para o Sindicato quando foi convidada por Ingo Kaiser, há mais de 10 anos.

O atual presidente, Riolando Petry, destacou a importância do Sindicato não apenas na defesa e ampliação dos direitos trabalhistas, mas na construção da cidadania dos trabalhadores da categoria. O Siticom foi uma das primeiras entidades de defesa do trabalhador a ser criada em Jaraguá do Sul, com a participação de 95 pessoas. Na época do primeiro presidente, Carlos Guilherme Kampke, a relação de trabalho entre patrão e empregado era bastante desigual, com poucos direitos respeitados, jornada extenuante, sem férias e ambiente adequado. "Apesar dos avanços, os trabalhadores ainda sofrem com os baixos salários, assédio moral e com a doença profissional", lembrou Riolando Petry.    VEJA FOTOS

 
       
 

 

 

<   Desenvolvido por INFORMA Editora Jornalística   >